03 março 2015

RESTAURANTES SP - CHOPERIA A ESTALAGEM

0 comentários
A Choperia A Estalagem é um dos bares mais tradicionais de Moema, localizada em frente a praça da igreja de Moema é um ótima opção para um happy hour acompanhado de petiscos ou mesmo de pratos culinária alemã.

Seu cardápio é bem extenso e inclui porções clássicas de bar, como fritas, croquetes e pastéis, uma sessão especial dedicada a queijos e embutidos e pratos alemães e portugueses ou seja, tudo que podemos desejar para acompanhar um choppinho!

Durante a semana a casa ainda tem um happy hour com chopp em dobro e um buffet de petiscos por kilo.




Como amo comida alemã, não resisti e pedi do cardápio a la carte mesmo. Para começar, canapés de carpaccio e rosbife.

Super gostosos e perfeitos para iniciar a refeição, eles estão no cardápio e no buffet, caso você não queira pedir uma porção inteira.

Depois, chutamos o balde e pedimos um Eisbein a Pururuca, rs.

Para quem não sabe, o eisben é o joelho do porco, um prato bem popular da culinária alemã, muita gente torce o nariz, mas é um dos cortes mais saborosos e quando bem preparado quase não tem gordura entre a carne. E foi justamente esse o caso na Estalagem, o eisbein estava maravilhoso, pururuca perfeita, bem crocante e muita carne. Sou bem chata para gordura e tiro todinha, mas muitas vezes no eisbein acabamos praticamente sem ter o que comer e nesse caso foi bem o oposto. Alem dele ser enorme, ainda vem acompanhado de salsicha weisswurst e de vitela, chucrute, batata cozinha e um inusitado purê de ervilhas frescas que estava delicioso. Alias, tudo estava muito gostoso.

Para sobremesa escolhemos algo "leve", afinal já havia abusado bastante, rs, escolhemos a banana flambada com sorvete de creme.


Adoro esse sobremesa, simples e gostosa!

Choperia A Estalagem
Av. Moema, nº 2 – Moema.


02 março 2015

RELAXAMENTO E BEM ESTAR NO SPA DO VINHO CAUDALIE

0 comentários
Minha viagem para o Rio Grande do Sul foi bem agitada, daquelas que a gente mais cansa do que descansa, por isso tiramos uma manhã para relaxar e recuperar as energias no Hotel e SPA do Vinho Caudalie, localizado no Vale dos Vinhedos, arredores de Bento Gonçalves.


O SPA do Vinho é a primeira filial da marca de cosméticos francesa Caudalie na América Latina, seus tratamentos e produtos foram desenvolvidos na Universidade de Bordeaux e aproveitam todo o potencial dos polifenóis extraídos do mosto da uva após o processo de vinificação. São vários tratamentos como banhos, massagens e esfoliações indicados para quem busca relaxamento ou desintoxicação, todos patenteados e desenvolvidos pelo laboratório francês.




O SPA tem localização privilegiada em um dos pontos mais bonitos do Vale dos Vinhedos, dentro do luxuoso Hotel do Vinho, membro do Autograph Collection Hotels. Ele fica no alto de uma colina, cercado pelos parreirais, onde não faltam são belas vistas emolduradas pelas grandes janelas presentes em todo o hotel.

Existem duas formas de acesso ao Spa do Vinho Caudalie, ambas disponíveis para hóspedes e não hóspedes, através dos Programas Vinoterápicos ou da Carte du Jour. Os Programas Vinoterápicos são programas mais completos que duram de um a seis dias e podem incluir hospedagem, são pacotes que combinam vários tratamentos, alguns previamente estabelecidos ou elaborados de acordo as necessidades do cliente. A Carte du Jour (R$150) da acesso as instalações do SPA e caso a pessoa deseje fazer algum tratamento tem o valor descontado do valor do passe. Aqui no site do vocês encontram todas as informações, tratamentos e valores.

Escolhemos um Programa Vinoterápico, o Day SPA (R$300), que dura 1/2 dia e incluiu um Banho Vinterápico, uma Demi-Massagem Relaxante com Cuidado Facial e uma Massagem Craniana com Escalda-Pés. Os tratamentos incluem ainda a Ilha Gastronômica Detox, com alimentos leves e saudáveis e acesso à Área de Repouso, Sauna, Solarium e Caminho de Pedras durante todo o dia do agendamento. 




Fiz a reserva daqui de São Paulo com certa antecedência, já que o SPA é bem concorrido, principalmente nos fins de semana e ao chegar lá fomos recebidas pelas simpáticas atendentes que entregaram nossos roupões e nos encaminharam até o vestiário.



O vestiário é bem completo, conta com muitos chuveiros, amenities do hotel e secadores, então da pra encaixar o SPA no meio da sua programação no Vale dos Vinhedos sem problemas, só não esqueça de levar um biquíni para poder aproveitar as áreas comuns.


Ficamos aguardando na bela área de repouso até sermos chamadas para o primeiro tratamento, o Bain Barrique, preparado com óleos essenciais a base de uva que promovem uma suave esfoliação na pele, realizado em uma banheira de hidromassagem com vista para o vale. Experiência no mínimo memorável!

Em seguida descansamos um pouquinho e seguimos para a Massagem Caudalie, massagem bem relaxante feita com óleos de semente de uva.


O tratamento termina na área de descanso, onde recebemos uma divina massagem craniana com essa vista!! Ao mesmo tempo é realizado o escalda-pés em uma tina cheia de sementes de uva que massageiam os pés durante o tratamento. Nessa hora chegamos as nuvens, rs!



O tratamento se encerra ali, mas você ainda esta livre para usar as instalações do SPA durante todo o dia, como o nosso tempo já havia esgotado, acabamos não aproveitando, 

A experiência foi deliciosa, acho uma excelente opção para quem não quer ficas apenas visitando as vinícolas da região, quer fazer algo diferente ou comemorar uma ocasião especial, eles inclusive tem alguns pacotes especiais para os casais. 

Hotel & Spa do Vinho Caudalie
Rodovia RS-444 km 21
Vale dos Vinhedos - Bento Gonçalves (RS)
CEP: 95.700-000
Informações: (54) 2102-7200



01 março 2015

O FESTIVAL DO CARPACCIO DA PIZZA BROS

0 comentários
Sexta-feira estive na Pizza Bros, casa que adoro, para prestigiar o Festival do Carpaccio que vai até o dia 26/04. Durante esse período serão servidas 4 receitas desenvolvidas pelo proprietário da casa, o chef Franco Ravioli, são elas, Abacaxi (R$- 35,00- Fatias finas de abacaxi, molho mostarda, pingos de pesto, um toque de pimenta rosa e parmesão-Foto), Abobrinha e Beterraba (R$35,00- Assados e intercalados, cobertos ao creme de iogurte, queijo de cabra, e limão e cebolinha), Colorido (R$ 40,00-Lâminas de carne, rúcula, tomatinho, champignon, raspas de parmesão ao molho mostarda e alcaparras-Foto), e Salmão (R$ 53,00-Fatias finas de Salmão fresco, azeite limão Siciliano, dill), as opções salgadas ainda acompanham uma porção de Cornicione.

O carpaccio, prato que todos nós conhecemos e amamos, tem uma história bem interessante, é um prato feito a partir de um ingrediente cru, como carne ou peixe, cortado em fatias finas, servido como um aperitivo ou antepasto. Segundo Arrigo Cipriani, atual dono do Harry's Bar, em Veneza, o carpaccio foi inventado no Harry's Bar, onde foi servido primeiramente à condessa Amalia Nani Mocenigo, em 1950, quando ela informou ao dono do bar que seu médico havia recomendado o consumo exclusivo de carne crua. O carpaccio consistia em finas fatias de carne crua, temperadas com molho de mostarda. O prato foi nomeado carpaccio por Giuseppe Cipriani, o fundador e dono do bar, em referência ao pintor italiano Vittore Carpaccio, pois as cores do prato o recordavam das pinturas de Carpaccio.

Provei duas das quatro versões, primeiramente o Colorido, o mais tradicional, feito com carne bovina. Estava delicioso, o molho bem suave e levemente cítrico deixava o sabor da carne e dos outros ingredientes em evidência, acompanhado dos corniciones então, ficava perfeito!

A outra escolha foi o de Salmão, onde novamente o sabor do peixe predominava em vez de ser encoberto pelo excesso de molho ou tempero, o dill e o limão siciliano dão leveza e frescor ao prato, tornando ele uma excelente opção para as noites - e dias - quentes de verão.

É claro que não resisti e tive que pedir uma das pizzas do chef Franco Ravioli, a Pizza Bros tem um dos melhores e mais completos cardápios entre as pizzarias de São Paulo e não faltam combinações deliciosas feitas com ingredientes italianos da melhor qualidade.

 
Dessa vez escolhi uma brotinho meia Burrata, que leva muçarela, burrata, pesto e crocante de presunto parma e meia Damasco, com muçarela, queijo brie, damasco, amêndoas e mel. Que delicia gente, a Burrata é de comer rezando e a de Damasco então, nem se fala!!
 


25 fevereiro 2015

RESTAURANTES SP - TEMPRANILLO VINHO & COZINHA

0 comentários
São Paulo vem passando por uma febre de restaurantes ibéricos, abriram vários recentemente e semana passada conheci mais um que não posso deixar para recomendar para vocês!
 
O Tempranillo Vinho & Cozinha fica localizado no coração da Vila Nova Conceição, um dos bairros mais gostosos de SP na minha opinião, o ambiente é uma graça, rústico com toques de modernidade e conta com uma espaçosa varanda perfeita para jogar conversa fora em um longo almoço.
 
O cardápio do Tempranillo, tem influências ibéricas e italianas e conta com ótimas opções de peticos e tapas espanhóis para começar a refeição ou mesmo para ficar somente nelas, acompanhadas de um bom vinho ou de uma sangria.
 
Começamos com elas, primeiro com a excelente porção Mista de Croquetes - que não consta no cardápio, mas é só pedir que eles fazem - e trás as três opções disponíveis, de Jamon, Bacalhau e Polvo. Estavam todos excelentes e sinceramente não sei dizer qual eu mais gostei, amo frituras e os bolinhos estavam perfeitos, bem sequinhos, com a casquinha fininha e crocante e interior macio e saboroso, uma delícia que só de lembrar já deu água na boca.
 
Pedimos também um Pixnto de Jamon, Gorgonzola, Figos e Mel, sou suspeita para falar pois amo essa combinação, mas estava divino e com os sabores muito bem equilibrados já que a pasta de queijo gorgonzola era mais suave para não sobrepôr os outros ingredientes. Não deixem de pedir!
 
Como principal escolhi a famosa Lula Recheada com Farofa de Camarão que vem acompanhada por polenta mole. Já havia visto esse prato em várias fotos no Instagram, sempre acompanhada de muitos elogios e estava louca para provar, achei a combinação da lula com polenta super inusitada e como são duas coisas que eu amo fiquei bem curiosa. E realmente os elogios estavam corretíssimos, a lula é deliciosa, super macia, a farofa bem gostosa e combinou perfeitamente com a polenta, pra mim é a definição de comfort food, aquela comida que da vontade de comer num dia chuvoso, que a gente se pega desejando!
 
Outra ótima opção é o Bife Ancho, confesso que fiquei na dúvida em pedir carne em um restaurante especializado em comida mediterrânea, mas me surpreendi muito, pois a carne estava excelente!! Ela pode vir acompanhada de salada, purê de batatas, legumes ao vapor, arroz com brócolis ou com batatas rústicas, a nossa escolha que também estava muito boa.
As opções de sobremesa do cardápio também são ótimas, mas tem uma que não da pra deixar de pedir, a Rabanada De Doce de Leite com Sorvete de Baunilha. Genteeee, o que é esse prato?? Juro, é de comer rezando e só ele já valeria a visita, rs.
 
Para quem for forte e resistir e quiser uma alternativa mais leve, os Figos com Amêndoas e Mel são a opção perfeita. Olhem só a apresentação que linda.
Tempranillo Vinho & Cozinha
Endereço: R: Jacques Felix, 381 – Vila Nova Conceição
Horários de Funcionamento: 3ª a 5ª almoço 12h-15h e jantar 19h-23h30h/6ª almoço 12h-15h e jantar 19h-00h30/sábado almoço 12h-17h e jantar 19h-00h30/domingo 12h-17h.
 

24 fevereiro 2015

CAMINHOS DE PEDRA - UM PEDACINHO DA TOSCANA EM BENTO GONÇALVES

0 comentários
Um dos passeios que eu mais gostei na Serra Gaúcha foi o Caminhos de Pedra, um roteiro que conta um pouquinho de como os italianos se estabeleceram na região. Localizado na colônia São Pedro, a 13 quilômetros do centro de Bento Gonçalves, foi idealizado pelo engenheiro Tarcísio Vasco Michelon e pelo arquiteto Júlio Posenato em 1987 para resgatar , preservar e dinamizar a cultura que os imigrantes italianos trouxeram à serra gaúcha a partir de 1875.
Casa das Massas
 
O Caminhos de Pedra é formado por um circuito de sete quilômetros que passa por 28 construções em pedra e madeira especializadas em produtos coloniais que os imigrantes italianos começaram a fabricar na região. São paradas como a Casa do Mate, Casa da Ovelha e Casa da Cuca, instaladas nos casarões históricos, onde você será recebido pelo próprio proprietário que vai contar a história e apresentar os produtos produzidos ali. Algumas visitas são gratuitas e outras tem o custo de R$2 até R$5, com exceção da casa da ovelha que cobra R$20 por pessoa.
 
O acesso à rota é bem fácil e apesar de não constar no Google Maps, não faltam placas sinalizando como chegar através de Bento Gonçalves ou Caxias do Sul. Logo na entrada há um posto de informações turísticas onde são oferecidos mapas com a localização e informação sobre todas as casas e folders com a história do caminho, as casas são númeradas e a rota é toda muito bem sinalizada, não da pra se perder. O passeio pode ser feito em meio dia, com pressa ou em um dia inteiro, vendo tudo com bastante calma. Tivemos que optar por apenas meio dia e não foi possível visitar todas as casas, escolhemos apenas aquelas que nos interessaram mais e ficamos bastante tempo na Casa da Ovelha - em outro post conto o porque.
 
Como nós estávamos vindo de Caxias do Sul começamos o passeio de trás para frente, mais precisamente na Casa do Mate.
 
A casa é uma das mais bonitas do circuito e conta com uma linda roda d'água que deixa o cenário totalmente bucólico. Lá nós fomos recebidos pelo proprietário que conduziu a visita, nos explicou sobre o processo de fabricação artesanal da erva mate e ainda nos ensinou a preparar e degustar um chimarrão.
 
Seguimos então para a Casa da Cuca, cheia de cucas quentinhas, sucos, vinhos e cosméticos a base de uva. A casa é uma das mais novas, mas é linda e tem uma varandinha perfeita para um café da tarde.




De lá visitamos a belíssima Casa das Massas que vende massas, geleias e biscoitinhos.
 
Fizemos uma parada rápida na Cantina Strapazzon, que ganhou fama após ter sido cenário do filme O Quatrilho e hoje conta sobre o processo de fabricação do vinho, mas por conta do horário não conseguimos fazer a visita e seguimos para a próxima, a Casa da Ovelha.


A Casa da Ovelha é uma das atrações mais completas do Caminho, lá é possível dar de mamar para os filhotes de ovelha, ver o pastoreio e é claro, conhecer e degustar os produtos da marca, passamos por lá, mas todas as atividades estavam marcadas para o fim da tarde, então resolvemos ir almoçar no excelente restaurante Nonna Ludia (conto mais em um próximo post) e voltar mais tarde.

No circuito ainda estão a Casa das Pequenas Frutas, especializada em berrys que infelizmente estava fechada no dia da nossa visita, a Casa da Tecelagem, a Casa Vanni, outro restaurante que dizem ser muito bom, uma vinícola, o atelier do artista plástico João Bez Batti, a Casa de Doces Predebom, entre outras que não conseguimos visitar por conta do tempo.

Alem dos casarões, ao longo do passeio também passamos por lindas paisagens que fazem com que a gente se sinta na Toscana, então tire um dia pra aproveitar, não esqueça a câmera fotográfica para tirar muitas fotos e não deixe de fazer esse imperdível passeio!



 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog da Gelly Copyright © 2012 Design by Cantinho do Blog Blogger Template