13 setembro 2011

Londres: Dinner by Heston Blumenthal

Desde que o canal Fox Life começou a transmitir o programa Heston's Feasts, onde ele criava banquetes temáticos cheios de pratos supercriativos e inusitados, feitos com técnicas de sua gastronomia molecular,  virei fã número um do chef Heston Blumenthal. Então quando decidi ir para Londres, pouco tempo depois da abertura de seu primeiro restaurante na cidade, me animei com a possibilidade de conseguir uma reserva. Me animei, mas sabia da dificuldade que seria, pois assim que as reservas foram abertas no site do restaurante, esgotaram por meses. De todo jeito tentei e não é que para a minha surpresa, havia tido uma desistência e eu consegui uma mesa, um único horário disponível as 2:30, o último serviço do almoço, em todos os 8 dias que eu ficaria na cidade e só para constar, isso foi quase três meses antes da data!!


O Dinner by Heston Blumenthal fica em um dos hotéis mais famosos de Londres, o Mandarin Oriental, localizado no bairro de Knightsbridge, em frente ao Hyde Park e perto de lojas como a Harrods e a Harvey Nichols, ótima vizinhança! Dentro do hotel, o restaurante fica meio escondido, é melhor perguntar na recepção pra não ficar perdido. Ao chegar, fui recepcionada por uma simpática hostess que nos informou que o serviço estava atrasado e nos convidou a esperar no bar e olhar o cardápio. Aproveitei pra ver a enorme carta de drinks do bar do hotel, tão enorme que antes de eu terminar de ver e escolher algo para beber a mesa já estava pronta.


A decoração, descrita no site como contemporânea e inovadora, com algumas referências antigas,  não surpreende, é bem típica de um restaurante de hotel, móveis sóbrios, madeira escura, materiais como o couro, a única peça retro encontrada são as luminárias feitas com formas de gelatina dos anos 50. A enorme janela de vidro que da para a cozinha, também chama a atenção, mas é ofuscada pelas outras janelas, que dão vista ao Hyde Park, a verdadeira estrela do ambiente. Não pude deixar de reparar também. que os móveis já estavam bem "gastos", paredes raladas, sofás encardidos, estranho para um restaurante tão novo, talvez sejam consequências de abrir um estabelecimento com lotação fechada por um ano praticamente. Felizmente, o detalhe não foi percebido só por mim, recentemente, o Dinner anunciou que vai ficar fechado por um mês para manutenção.



Já tinha visto o cardápio do restaurante várias vezes em blogs durante a minha ansiedade pré viagem, mas ainda assim não sabia o que queria, o restaurante é uma brasserie (churrascaria em francês), então o menu é composto em geral por carnes grelhadas. Confesso que isso me deixou um pouco decepcionada, pois com a exceção da Meat Fruit, nenhum dos pratos tinha nada de surreal como os que eu via na TV, afinal, essa é a proposta do outro restaurante de Heston, o The Fat Duck. Como já eram quase três da tarde, o restaurante estava começando a esvaziar e os funcionários pareciam estar com pressa, eu e a minha irmã optamos pelo menu de almoço, ótimo custo beneficio, entrada+prato principal+sobremesa por 29 libras, muito barato!! E é claro, como não poderia deixar de ser, uma Meat Fruit de aperitivo.


O couvert: pães da casa e manteiga artesanal com flor de sal. Ao contrário dos restaurantes brasileiros, lá o couvert não é cobrado e é reposto todas as vezes que acaba sem custo adicional.

Em seguida, chegou a aguardada Meat Fruit, um dos pratos criados para o banquete medieval do programa de TV que virou marca registrada do chef e hoje é o campeão de pedidos no restaurante.
A tangerina é na realidade um patê de galinha, o melhor que eu já comi na minha vida, diferente de qualquer outro patê que eu já tinha provado. Ultraleve, sabor delicado e com textura aveludada, casou perfeitamente com a casquinha de gelatina com sabor  cítrico. Perfeito, só ele valeu a visita, é daqueles pratos que não da pra deixar de pedir em uma visita ao Dinner.

Então, chegaram as entradas, minha irmã escolheu o Salamugundy, uma salada de rabanetes, folhas de beterraba e nozes e eu me arrisquei um pouco mais e mesmo estando um pouco apreensiva, escolhi o Ragu de Orelhas de Porco. Como eu já imaginava, o chef deve ter o dom de deixar tudo gostoso, amei o meu prato, ao contrário do que pensava, a textura não era nem um pouco ruim, a cartilagem não era dura e sim macia e agradável. O sabor então, incrível, mistura perfeita do porco, com cebolas caramelizadas e anchovas.


De prato principal, nos duas pedimos a mesma coisa, codorna com um tipo de batata doce defumada e como purê e tomilho. Novamente, estava perfeito, alias essa foi a minha principal impressão do menu, tudo ali parece ser preparado com perfeição!!


A minha sobremesa era um espécie de rabanada recheada de doce de leite e caramelizada acompanhada de sorbet de framboesa e farofa de chocolate branco, muito bom, mas extremamente doce. Mas legal mesmo foi a sobremesa da minha irmã, Millonaire Tart (desculpem pela péssima foto!), uma torta em camadas com shortbread, toffee e chocolate, acompanhada de chocolate quente de vinho. Gente não consigo nem explicar essa bebida, é chocolate quente e também é vinho!! Surpreendente!


Pedimos a conta e antes dela chegar, mais uma surpresa, uma chá que não é chá, e sim um creme de Earl Grey divino!! Minha irmã agradeceu e devolveu pois tem intolerância a lactose, então o solícito garçom correu para cozinha providenciar algo para ela e voltou com um sorbet, super gentil.

Mas a maior surpresa de todas vem no final, a conta!! Um almoço completo para duas pessoas, com bebidas alcoólicas, no restaurante de um dos melhores chefes do mundo por 100 libras, o que da aproximadamente 280 reais!! Só em Londres mesmo viu!




Dinner by Heston Blumenthal
Mandarin Oriental Hyde Park

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog da Gelly Copyright © 2012 Design by Cantinho do Blog Blogger Template