30 janeiro 2014

PATAGÔNIA - SAFÁRI NÁUTICO NO PERITO MORENO

0 comentários
Como contei pra vocês, após visitar as passarelas de Perito Moreno resolvemos fazer um passeio de barco para ver a geleira de mais perto. Do estacionamento seguimos em direção à saída do parque e paramos em "Bajo de las Sombras", onde está localizado o escritório da Hielo Y Aventura. Como já estava tarde optamos por fazer o Safári Náutico, um passeio de barco de 1 hora navegando pelo Lago Rico, do lado sul do Perito Moreno.

Compramos tudo na hora (120 pesos por pessoa - dez/13) e não é necessário reservar como os outros passeios. Os barcos saem de hora em hora e funcionam das 10hrs até as 15hrs.

O passeio passa bem rapidinho, em alguns minutos já estamos bem próximos da geleira da onde é possível tirar várias fotos incríveis! O único problema é o frio, no lago o vento é muitoooo forte e gelado, é bom se agasalhar bem, mas mesmo assim confesso que fui vencida e na metade do passeio entrei no barco e não sai mais!








Por esse motivo desistimos de fazer um segundo passeio de barco, o  Todos Glaciares, que tem mais de 7 horas de duração e visita o lado norte do Perito Moreno e passa por outros glaciares, dizem que é lindo, mas demos preferencia a fazer outros passeios. Esse, assim como o trekking no gelo deve ser reservado com antecedência na cidade, na Avenida del Libertador, 867.

29 janeiro 2014

PATAGÔNIA - PERITO MORENO

0 comentários
O primeiro passeio que fizemos em El Calafate foi a visita ao famoso Glaciar Perito Moreno, localizado no Parque Nacional de los Glaciares, ele já foi considerado uma das oito maravilhas do mundo e foi eleito pela UNESCO como um dos Patrimônios da Humanidade desde 1981.


A região da Patagônia tem diversas geleiras que se estendem desde a Cordilheira dos Andes, mas o Perito Moreno é considerado o mais famoso pela facilidade de aceso e beleza, são mais de 4 km de largura, 40 m de altura e 52km de comprimento que se estende sobre os braços do Lago Argentino ou seja, é ago surreal!

Esse passeio é disponibilizado por todas as agencias de turismo da cidade, são várias opções de tours, com ou sem transfer do hotel, mas como estávamos em 5 pessoas e havíamos alugado um carro resolvemos fazer o passeio por conta própria.



A ideia era sair do hotel cedo, mas como estávamos todos cansados após a maratona de viagem, acabamos atrasando e até nos arrumarmos e tomarmos café já havia passado das 9 horas da manhã - o que é bem tarde para quem deseja fazer uma passeio mais completo. De lá ainda passamos no mercado para comprar algo para almoçar, pois em grande parte dos passeios não há onde comprar comida e é recomendado levar uma lunchbox preparada pelo hotel ou comprar algo na cidade.

Compras feitas, finalmente pegamos o carro em direção a estrada, mas para o nosso azar pegamos a direção errada e atrasamos mais ainda! Nos confundimos com uma placa na entrada da cidade e achamos que o Perito Moreno ficava na direção da estrada que leva ao aeroporto, mas não, é justamente o contrário, é necessário cruzar a cidade e seguir para o outro lado. Meia hora depois percebemos o erro e só então tomamos o rumo certo, beirando o Lago Argentino, era hora de relaxar e apreciar a paisagem que ficava cada vez mais linda.


Perito Moreno fica a 78km de El Calafate, fazendo com calma e apreciando a vista levamos por volta de 1 hora para chegar, a estrada é tranquilíssima, toda asfaltada e em excelente condição. É nela também que fica localizado o Glaciarium, um museu dedicado aos glaciares que conta toda a história da descoberta e explica o funcionamento das geleiras, que também conta com um bar de gelo, ele é super indicado antes da visita a Perito Moreno, mas como já estávamos atrasados preferimos seguir direto e não fazer nenhuma parada até lá.





Ao chegar no Parque Nacional de los Glaciares somos recepcionados por um guia que passa as instruções do que pode e o que não pode fazer por lá, nos entrega um mapinha e cobra a taxa de entrada de 90 pesos por pessoa, que só pode ser paga em espécie - não são aceitas outras moedas, nem cartões de crédito ou débito.



Andamos mais uns kms dentro do parque e então chegamos ao Mirados de los Suspiros de onde é possível ter a primeira vista frontal do Perito Moreno. Realmente, de fazer suspirar!






Paramos para algumas fotos e então seguimos para o estacionamento, lá somos obrigados a deixar o carro e seguir até a base das passarelas com um shuttle gratuito do próprio parque.



São alguns kms de passarelas com diferentes níveis de intensidade onde alguns caminhos duram por volta de 1 hora, é muito tranquilo e com a empolgação de irmos vendo a geleira cada vez mais de perto nem percebemos o tempo passar.




A vista do Perito Moreno é indescritível, são quilômetros e quilômetros de gelo a se perder de vista, e o espetáculo se torna mais legal ainda conforme pedaços de gelo vão se desgrudando e caindo no lago fazendo um barulho altíssimo!






Ficamos nas passarelas por volta de 2 horas, então, voltamos para o estacionamento, fizemos o nosso lanchinho lá por perto mesmo - existem algumas mesas disponíveis para picnic - e seguimos até “Bajo de las Sombras", no caminho da saída do parque, aonde está o escritório da Hielo Y Aventura, agencia que administra os passeios dentro do parque, e da onde saem os passeios de barco.

Como já estava tarde, resolvemos fazer o Safári Náutico de 1 hora, mas isso eu conto no próximo post, pois esse já ficou grande demais! =)

23 janeiro 2014

PATAGÔNIA - ONDE COMER EM EL CALAFATE

3 comentários
Quando eu estava planejando a minha viagem para El Calafate procurei pela internet boas opções de restaurantes na cidade mas achei muito pouca coisa, então aqui vai esse post para quem também busca essa informação.
Resolvi colocar todos os restaurantes que eu visitei, alguns recomendo muito, outros nem tanto, mas ainda assim achei válido falar de todos para vocês conhecerem mais opções.
Calafate tem muitos restaurantes, muitos mesmo, a maioria fica localizado na avenida principal da cidade, a San Martin, mas com tantas opções acaba ficando difícil escolher e as vezes acabamos caindo em roubadas e pagando caro em uma comida muito mais ou menos - como vocês vão ver, foi bem o meu caso. Para isso não acontecer, alem de ler esse post, é claro, recomendo entrar no Trip Advisor, lá vocês encontram um ranking com os melhores restaurantes, alem de inúmeras opiniões e fotos de turistas reais que visitaram a cidade, as críticas são bem sinceras e na maior parte das vezes estão certíssimas. Mas agora chega de falação e vamos ao que interessa né.



Los Amigos Pescheria ($$) - É especializado em frutos do mar e serve alguns pratos espanhóis, mas como todo restaurante argentino também alguns itens da parrilla. As porções são bem servidas e a comida é bem saborosa,  não tem muita frescura, com jeito de comida caseira, sabem?! Não deixem de pedir os frutos do mar do pacífico que são bem diferentes, eu diria até, bem mais gostosos que os nossos.
O preço é bom, principalmente comparando com o quanto gastaríamos aqui para comer a mesma coisa, no geral foi uma das refeições mais baratas que fizemos por lá.

  Rabas
 Centolla
 Mar Y Tierra
Prato Mixto




Parrilla Mi Viejo ($$$) - Parrilla bem tradicional, que não serve nada muito além de carnes. O prato mais pedido é o típico cordeiro patagônico, mas preferimos comer bife de chorizo e de lomo, ambos bem gostosos. O preço é mais elevado, principalmente se compararmos com um restaurante do mesmo porte em Buenos Aires, o ambiente é simples e a comida é boa, mas nada demais. Achei que custo benefício não vale muito a pena, mas é um lugar pra se provar boas carnes.

 Bife de Lomo
 Bife de Chorizo
 Flan
Sorvete de Calafate




Pietro's ($) - Café, bar e pizzaria com cara de pub bem no centrinho. Também serve minutas (milanesas e massas) e sanduíches, tudo ENORME e bem gostoso. Super recomendo para um lanche ou mesmo um jantar, só não esqueçam do tamanho dos pratos e se a fome não for muito grande peçam um a cada dois.







La Tratto Pizza Y Pasta ($$) - Visitamos na noite de natal, pois era um dos poucos restaurantes que ainda aceitavam reserva, o cardápio é bem italiano com alguns toque da culinária local como cordeiro e salmão, mas como em toda a Argentina, as massas não são grande coisa. Novamente, as porções são enormes e servem tranquilamente duas pessoas, principalmente se pedir alguma entrada antes. É do mesmo grupo do Casimiro Biguá (abaixo) mas eu achei a comida e o serviço bem melhor, porem menos refinado.



 Fettuccini a Salsa Mar y Tierra
 Fettuccine Al Mare
Ravioli de Salmão 
Salsa de Cordero
Helado de Calafate



Casimiro Biguá ($$$) - Mais conhecido e caro e o pior restaurante que fomos lá! Era dia 25/12, então todos os garçons estavam de má vontade, o nosso praticamente jogava a comida na mesa e quando chegaram os pratos foi pior ainda: meu ravioli era pra estar super saboroso, mas veio completamente cru e gelado formado uma placa grudada no prato, o gnocchi da minha mãe não tinha gosto nenhum e o molho parecia saído de uma lata: cru e completamente sem tempero, o menos mal era o risoto de cordeiro da minha irmã, mas ainda assim estava longe de ser bom.






Como vocês podem ver, o forte de Calafate não é a comida, na minha pesquisa vi muita gente falando que comeu mal por lá. Eu, já não diria isso, mas concordo que a cidade não é nenhum polo gastronômico, porem, no fim da viagem conhecemos duas opções muito gostosas que valem muito serem recomendadas, o Isabel e o La Tablita.



Isabel Cocina al Disco ($$) - Nunca tinha ouvido falar em cocina al disco, então fiquei bem curiosa quando vi esse restaurante super bem recomendado no Trip Advisor, ele fica localizado dentro do Calafate Hostel e é super aconchegante. A cocina al disco é uma forma de preparo típica da região onde a comida, em geral um ensopado, é cozida em panelas de barro penduradas sobre o fogo. O cardápio é bem resumido e você pode montar o seu prato escolhendo a carne e o molho, todas opções vem com legumes e algumas com arroz. Pedimos um de frutos do mar e uma opção especial de chorizo com queijo e molho de cerveja, todos muito gostosos, com jeito de comida reconfortante daquelas que da vontade no frio. Vale a pena visita!











La Tablita ($$$) - Mais uma parrilla, mas dessa vez fomos para comer o cordeiro patagônico e acertamos em cheio, pois estava delicioso. O cordeiro pode ter o gosto muito forte ou ter pouca carne e muita gordura, mas esse estava maravilhoso, o sabor era suave e a carne macia, adorei, e a vantagem é que eles tem umas tábuas de carne com cortes variados, assim não precisa pedir um cordeiro inteiro caso você esteja com alguém que não gosta.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog da Gelly Copyright © 2012 Design by Cantinho do Blog Blogger Template