30 novembro 2016

NINA E GELLY POR AÍ - CAMPOS DO JORDÃO

1 comentários
No post anterior contei que fui pra Campos do Jordão com as minhas amigas e nos hospedamos no Hotel Serra da Estrela, curtimos muito o fim de semana e aproveitamos pra gravar mais um vídeo pro nosso novo canal no You Tube, o Nina e Gelly Por Aí! No vlog mostramos como foi a viagem, tudo sobre o hotel e ainda damos dicas de alguns passeios pela cidade e arredores. Espero que vocês gostem!!



Ah e não esqueçam de curtir e se inscrever no canal :)

23 novembro 2016

SERRA DA ESTRELA - UM HOTEL COMPLETO NA MELHOR LOCALIZAÇÃO DE CAMPOS DE JORDÃO

0 comentários
Recentemente juntei as amigas para um fim de semana em Campos do Jordão só de garotas, escolhemos nos hospedar no Hotel Serra da Estrela e nós adoramos.


O hotel é ideal para quem quer conforto e sossego, mas ainda assim não abre mão de estar no meio do agito, pois ele fica bem no centrinho de Capivari. Quem quiser sair bastante não precisa nem pegar o carro, da pra ir andando pra toda a região central, agora, se você curtir uma estadia mais tranquila é só aproveitar as ótimas instalações do hotel.



O Serra da Estrela conta com uma estrutura completa com piscina coberta e aquecida, sauna seca e úmida, academia, brinquedoteca, playground, biblioteca, dvdteca, copa, sala de tv, sala de jogos e um spa completo ou seja, da pra curtir bastante!


O hotel ainda conta com um restaurante, dois bares, um no lobby e outro na piscina e um deck para fondue, todos veganos! O grande destaque é o restaurante Alquimia, o primeiro nesse segmento na cidade que hoje em dia já virou referencia.



O restaurante funciona com um cardápio a la carte, durante o almoço tem um menu executivo com ótimos preços, no sábado, um buffet de feijoada e no jantar, alem no menu normal está sendo servido o menu fechado do Desafio Vegano, que nessa edição foi criado pela Chef Mônica Rangel.

O buffet de feijoada é uma delícia, super levinho e bem variado, sai R$39 por pessoa e inclui saladas, frios, pratos quentes, a feijoada e uma super mesa de sobremesas.

Já o menu da chef Mônica Rangel sai R$90, com couvert, entrada, prato principal e sobremesa.




O café da manhã e é super variado e farto! É a única refeição que não é vegana para poder agradar todos os hospedes.


O Serra da Estrela conta com 7 categorias de quartos que atendem bem famílias, grupos e casais, todos são extremamente confortáveis e contam com tv por assinatura, cofre,dvd, frigobar, telefone, janelas termo acústicas, secador de cabelos, roupão, escrivaninha e tv lcd de 32 polegadas.




Se a viagem for em casal recomendo as Suítes prime, elas foram reformadas recentemente e estão lindíssimas.






Se a intenção for relaxar, não deixe de conhecer o SPA! Eles oferecem vários tratamentos como massagem, reflexologia, banhos e faciais por ótimos preços. Vale a pena até para quem não esta hospedado no hotel.


E não posso deixar de falar também do excelente atendimento que tivemos no hotel com seus funcionários gentis e sempre prontos para ajudar. Enfim, se hospedar no Serra da Estrela é uma experiencia deliciosa, local perfeito para curtir o friozinho da cidade e aproveitar bastante.

Hotel Serra da Estrela
+55 12 3669-8000
Rua Mário Otoni Rezende, 160 | Vila Capivari
Campos do Jordão, São Paulo






21 novembro 2016

O QUE FAZER EM BELO HORIZONTE - UM ROTEIRO DE 2 DIAS NA CIDADE

0 comentários
No mês passado fui a Belo Horizonte pela primeira vez. O proposito da visita era conhecer Inhotim, um museu de arte a céu aberto localizado em Brumadinho, mas é claro que aproveitamos e pegamos alguns dias a mais pra conhecer a capital mineira!
Ao todo ficamos 5 dias na cidade, mas dois foram dedicados a Inhotim e entre voos e deslocamentos perdemos mais um dia inteiro praticamente, por isso o roteiro é apenas de 2 dias. BH é uma cidade grande, mas não tem tantas atrações turísticas, então achei que foi o suficiente pra ter uma visão geral. Abaixo vocês veem como foi o meu roteiro e eu ainda deixo algumas sugestões de passeios que eu não tive tempo de fazer.

Dia 1
Comece o dia no Mercado Central. Ele é uma das principais atrações turísticas da cidade e não é a toa, alem de ser enorme, você encontra de tudo  para vender ali (de tudo mesmo, tem de farmácia a animais de estimação) e o melhor da culinária mineira. Se perca pelos corredores sem pressa e aproveite para almoçar em um dos restaurantes do local ou fazer um happy hour em um dos famosos botecos.



Depois do mercado siga para a Praça da Liberdade, fica bem pertinho e se você estiver no pique da até pra ir andando. A praça abriga o maior conjunto integrado de cultura do Brasil formado pelo Arquivo Público Mineiro, Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, Casa Fiat de Cultura, Cefart Liberdade, Centro Cultural Banco do Brasil, Centro de Arte Popular - Cemig, Espaço do Conhecimento UFMG, Horizonte Sebrae - Casa da Economia Criativa, Memorial Minas Gerais Vale
MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal, Museu Mineiro e o Palácio da Liberdade, sede do governo do estado. Ou seja, tem muita coisa pra fazer por ali!



Caso o seu tempo seja pequeno como o meu, escolha apenas um dos museus para visitar. Recomendo muito o Centro Cultural Banco do Brasil que está com a ótima exposição ComCiência da artista australiana Patricia Piccinini.




Depois, a sugestão é um happy hour ou jantar no Café com Letras, restaurante super charmoso que fica dentro do próprio Centro Cultural Banco do Brasil ou um jantar em alguns dos charmosos restaurantes das regiões de Savassi ou Lourdes.




Dia 2
Comece o dia cedo e siga para a Lagoa da Pampulha, a região é o principal cartão postal de Belo Horizonte graças ao conjunto arquitetônico criado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, que inclui a famosa Igreja de São Francisco de Assis, um antigo cassino onde hoje funciona o Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile e o Iate Tênis Clube.
Para os fãs de futebol, é na Pampulha que está localizado os estádios Mineirão e Mineirinho, assistir a algum jogo do campeonato mineiro também pode ser um programa bem legal na cidade.


A área é bem gostosa para uma caminhada e aos fins de semana lota de pessoas se exercitando à beira da lagoa ou praticando algum esporte nas quadras ao lado.

Depois da manhã na Pampulha é hora de degustar o melhor da comida mineira! A minha dica é o consagrado restaurante Xapuri. O local é imenso, cheio de grandes mesas de madeira perfeitas para acomodar numerosas famílias, da cozinha saem os clássicos da culinária mineira como a costelinha suína frita com feijão tropeiro, o frango com quiabo, o torresmo de barriga e o pastel de angu.





E não esqueça de reservar um espaço para os doces, o buffet de sobremesa é por quilo e tem doce de leite, cocada mole, ambrosia e por aí vai! Uma verdadeira tentação.

Se o almoço não te matar e você conseguir não voltar para o hotel para dar um cochilada, a minha sugestão é um passeio pelo bairro das Mangabeiras.

Se você estiver disposto, uma boa ideia é uma caminhada pelo parque das Mangabeiras, o maior de Belo Horizonte, senão, pule o parque e vá direto para o Mirante das Mangabeiras, onde é possível ter uma vista completa da cidade.




Para o jantar tenho duas sugestões, se você preferir algo mais leve vá até A Pão de Queijaria e coma um dos melhores pães de queijo da sua vida ou se você preferir algo mais especial para encerrar sua estadia na cidade, vá ao premiado Trindade e se encante como melhor da culinária brasileira contemporânea.



17 novembro 2016

CASA CHEIA - ÓTIMA COMIDA MINEIRA NO MERCADO CENTRAL DE BH

0 comentários
Ontem falei da minha visita ao Mercado Central de Belo Horizonte, mas não me aprofundei muito no nosso almoço no Casa Cheia, pois eu achei que o restaurante merecia post próprio de tão gostoso!

O Casa Cheia faz jus ao nome, chegamos para almoçar lá pelo meio dia e já estava abarrotado, entramos na fila e esperamos uns 15 minutos, bom que ela anda rápido, pois a rotatividade é grande. A casa é famosa pelos pratos mineiros como o figado com jiló, prato ícone do mercado e o mexidão, mas o cardápio ainda conta com algumas criações próprias como o Mineirinho Valente, o Cozido de Cordeiro e as Almondegas Exóticas, prato que ganhou o Festival Comida de Boteco.

Como estávamos em quatro pedimos de tudo um pouco para provar!

O Mexidoido Chapado, um mexido feito na chapa com iscas de alcatra, lombo, linguiça, caseira, arroz, legumes preparados no azeite, ovo frito de codorna e ervas aromáticas.

As Almôndegas Exóticas, almôndegas de carne de sol recheadas com queijo ao creme de abóbora com manjericão.

E o meu preferido, Mineirinho Valente, canjiquinha com queijo, lombo defumado, costela desossada ao vinho, linguiça caseira e espinafre.

Tudo estava delicioso, muito bom mesmo, mas o mineirinho que conquistou, a canjiquinha com queijo é maravilhosa!!

Os pratos são muito bem servidos e baratos, uma média de R$30 ou seja, é uma para obrigatória pra quem visita o Mercado Central!!


Casa Cheia Mercado Central
Endereço: Av. Augusto de Lima, 744
Loja 167 – Centro




16 novembro 2016

CONHEÇA O MERCADO CENTRAL, PASSEIO IMPERDÍVEL EM BELO HORIZONTE

0 comentários
Ao pesquisar o que fazer em Belo Horizonte uma dica é unânime: não deixe de ir ao Mercado Central! Eu, que amo um mercado já coloquei na minha listinha do que fazer e logo ao chegar na cidade já fomos direto pra lá.


O Mercado Central ocupa uma área de um quarteirão bem no centro de Belo Horizonte e possui mais de 400 lojas, é muito grande mesmo e lá dentro encontramos de tudo para vender. A grande atração são as barracas de produtos típicos mineiros como os queijos, doces, pimentas, biscoitos e cachaças, mas a variedade não para por aí, também encontramos inúmeras lojas de utensílios para a cozinha, decoração, barracas de frutas e verduras, açougues, peixarias, artigos religiosos, suvenirs e por aí vai. Tem até farmácia, cabeleireiro e as polêmicas barras que vendem animais vivos, para consumo ou estimação.






Pra mim, foi impossível não comparar com o Mercadão de São Paulo e eu amei muito mais a versão mineira por ser bem mais autêntica, sentimos que, apesar de ser um programa extremamente turístico, os mineiros ainda fazem suas compras ali.






Como o mercado é enorme aqui vão algumas dicas de lojas que eu achei que valem muito a visita!

Corredor dos queijos e doces de leite
Eu que sou uma ratinha assumida passei mal ali! Tem muita variedade e o melhor, da pra provar de tudo.


Rei dos Biscoitos
Uma verdadeira tentação. A loja vende todo tipo de biscoito à granel, tem muita variedade mesmo, mas os meus preferidos foram os de polvilho, que aparecem em diversos formatos e sabores. Recomendo muito a rosquinha de queijo, parece um bolo de rolo, mas é puro parmesão!!!

La no Mercado
Empório com produtos mais refinados perfeitos para dar de presente.

Cachaça de Minas
A maior loja de bebidas do mercado. É impressionante a quantidade de cachaças que eles vendem, tem de todos os tipos e regiões de Minas e do Brasil. Alem disso eles ainda possuem uma boa seleção de cervejas artesanais e vinhos.

Depois de se perder pelos corredores do Mercado Central pare para comer alguma coisa, alguns dos bares e restaurantes mais tradicionais ficam por ali e  valem muito a visita. Nós escolhemos o Casa Cheia, conhecido pelo seu famosos mexidão.


Então, fomos ao Café Dois Irmãos para provar a melhor broa que já comi na vida!

Se quiser apenas petiscar, escolha algum dos botecos, o prato mais pedido por ali é o figado com jiló, mas há também diversos pratos ganhadores do Festival Comida de Boteco espalhados pelos boxes do Mercado!

E olha só o final da brincadeira: frutas, queijos, doces, broas, pães de queijo e muitos biscoitinhos que levamos para o hotel!! E o pior, não foi suficiente, antes de ir para o aeroporto retornar pra SP ainda demos mais uma passadinha por lá pra comprar mais coisa para trazer, rsrs.  Afinal, como resistir a tanta coisa gostosa?!








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog da Gelly Copyright © 2012 Design by Cantinho do Blog Blogger Template